Rwazqip0aln

faça seu login via Facebook se ainda não tiver uma conta no Orangotag.

inscreva-se! · esqueci minha senha · reeviar email de ativação

login

Dani Bauer

1000 seen episodes!1000 seen episodes!



DaniBauer24

Último post do Guilty Pleasures

Livro com a capa do filme, lançado em 2012O livro

A primeira característica que chama a atenção de quem lê “As Vantagens de Ser Invisível” (The Perks of Being a Wallflower), do norte-americano Stephen Chbosky, é a estrutura epistolar do texto. Não há começo, meio e fim. Cada capítulo é uma carta escrita em primeira pessoa por Charlie, personagem principal da história, a um amigo anônimo.

Charlie é um adolescente incompreendido, instável e tímido que se sente inseguro ao ingressar no Ensino Médio pouco tempo depois da morte do seu melhor e único amigo, Michael. Sua vida começa a mudar somente quando ele conhece Patrick e Sam, dois veteranos que se tornam seus companheiros dentro e fora da escola.

De início, a narrativa parece insossa. Charlie tem 15 anos, mas, por vezes, escreve com a inocência de uma criança, com trechos quase didáticos. Fica claro desde os primeiros capítulos que não se trata da história de um adolescente normal, e sim de alguém emocionalmente abalado. Com alguma insistência, porém, a leitura se torna agradável. “As Vantagens de Ser Invisível” é um livro que vale a pena principalmente pela amizade retratada entre os protagonistas. O sentimento que une os três é desmedido, incondicional, sem preconceitos e absolutamente honesto e sincero. Outro ponto positivo são as alusões à literatura, música e cultura pop em geral.

O problema é a pretensão da história. São muitos temas polêmicos – suicídio, depressão, uso de drogas, violência contra a mulher, aborto, abuso sexual e homossexualismo – para um personagem com pouco carisma administrar. Em determinado ponto, as (muitas) tragédias pessoais de Charlie se tornam enfadonhas e ocupam um espaço que poderia ser mais bem aproveitado com outras situações, que também são comuns à adolescência. O final é previsível e o desfecho, sem graça.

O filme

O livro foi publicado pela primeira vez em 1999, mas ganhou mais notoriedade em 2012, com o lançamento da versão cinematográfica homônima, dirigida e roteirizada pelo próprio Chbosky e com Logan Lerman (de Percy Jackson e o Ladrão de Raios), Ezra Miller (de Precisamos Falar Sobre o Kevin), Emma Watson (da saga Harry Potter) e Nina Dobrev (do seriado The Vampire Diaries) no elenco.

Se nas páginas a história deixa a desejar, nas telas o enredo ganha vida e conquista o público com facilidade. As interpretações de Lerman, Miller e Emma como protagonistas são tão impecáveis que “consertam” algumas das falhas dos personagens originais mostradas no livro.

Logan Lerman, Emma Watson e Ezra Miller (no centro)
em "As Vantagens de Ser Invisível" / Foto: divulgação. Além disso, no filme, a choradeira do protagonista diminui consideravelmente, e, com menos lamentações e mais diálogos, o personagem irritante do livro sede espaço a um novo Charlie, reinventado, mais agradável e divertido. O drama continua lá, mas é mostrado de uma forma diferente, transformando “As Vantagens de Ser Invisível” em um belíssimo longa-metragem, que ressalta a importância da amizade e usa, como cenário, a vida de um grupo atípico de adolescentes.

Outro diferencial do filme é a forma como Chbosky enfatizou os romances da história. O relacionamento entre Patrick e Brad é belamente mostrado na versão cinematográfica, fazendo jus à situação narrada em 1999. Charlie e Sam – que, no livro, têm um remate um tanto quanto fraco – protagonizam algumas das cenas mais encantadoras do longa, mostrando não apenas um final alternativo, mas também com mais sentimento e entrega entre os personagens.

Emma Watson e Logan Lerman em cena do filme / Foto: divulgação. Tem mais. A trilha sonora. As referências musicais são destaque no livro, mas convenhamos: música é para ser lida, sentida e, principalmente, ouvida. Asleep, dos Smiths, Teenage Riot, do Sonic Youth,Temptation, do New Order e a sensacional “Heroes”, de David Bowie, são apenas algumas das canções que embalam a trama. We can be heroes, for ever and ever. What d'you say?

Confira o trailer:



O quê: As Vantagens de Ser Invisível.
Autor: Stephen Chbosky.
Editora: Rocco.
Quanto: R$ 29,50 o livro.
Gênero: young adult, romance, drama.
Quando: 1999 / 2012. 
 

Para saber mais: Facebook, Tumblr, Pinterest e Twitter do filme e do autor


# Quando o filme é melhor que o livro postado mais de 4 anos atrás RSS


felipewatanabe
- felipe disse para todos ouvirem:

brigado por acc o/

postado cerca de 5 anos atrás
cavalcanteartur
Artur Cavalcante disse para todos ouvirem:

Afim de fazer reviews de séries? http://temporadaemserie.blogspot.com/2011/12/equipe-temporada-em-serie.html Se inscreva!

postado mais de 5 anos atrás
dluiza
Deborah disse para todos ouvirem:

Eu também achei que éramos, lol. XD

postado cerca de 6 anos atrás
lucas-de-freitas
Lucas de Freitas disse para todos ouvirem:

Oi, gostei do seu post sobre 24 Horas. Te add, ok? :)

postado cerca de 6 anos atrás
annealves
Tatiane Alves disse para todos ouvirem:

Amei seu post sobre 24...Ótimo Domingo!!! =D

postado cerca de 6 anos atrás
1 2 3 ... 6
DaniBauer24 (membro desde 14/10/2010) assiste a
7
séries,
2875
episódios vistos!

Gente com o mesmo gosto para séries

juhnior

juhnior

lenonfernandes

lenonfe...

wakkobr

wakkobr

miistar

miistar

lunnah

lunnah

edunogodz

edunogodz

dessafb

dessafb

HelenaBlack

HelenaB...

christhered

christh...

dixiegolubcic

dixiego...

elianefl

elianefl

bsmoreira

bsmoreira